19/05/2016 às 13h17min - Atualizada em 19/05/2016 às 13h17min

Acadêmicos e Docentes da UFMT/CUA realizam mobilização social sobre a Luta Antimanicomial

Alisseia Gumarães Lemes

Docentes e acadêmicos do projeto de pesquisa e extensão “Saúde mental: os desafios da assistência” da UFMT/CUA em parceria com os profissionais dos CAPS II e AD de Barra do Garça-MT, realizam pelo quarto ano consecutivo no mês de maio atividades de mobilização social em alusão ao Dia Nacional da Luta Antimanicomial (18 de maio).

É importante ressaltar que o Movimento Nacional da Luta Antimanicomial (MNLA) teve início em 1978 com o movimento de trabalhadores da saúde mental (MTSM), propondo discussão sobre o atendimento em torno do hospital, às péssimas condições de trabalho e de tratamento e a privatização da assistência psiquiátrica. Em 1987 o MTSM sinaliza um movimento de discussão da “loucura” para além dos limites assistenciais, ocorrendo a Reforma Psiquiátrica (RP).

Esse movimento teve como objetivo principal a desinstitucionalização dos pacientes de hospitais psiquiátricos, visando a criação de novos dispositivos e tecnologias de tratamento, a fim de tratá-los com respeito e dignidade e reintegrá-los a sociedade, propondo uma atenção à saúde de forma extra-hospitalar (ex: Centro de Atenção Psicossocial (CAPS), leitos psiquiátricos em hospitais gerais, residências terapêuticas, etc.).

Passados mais de 20 anos de Luta e RP, e até hoje busca-se por mobilizações efetiva para inclusão social do paciente com alguma doença mental como cidadão e que este tenha direito a tratamento na rede de atenção à saúde, contando com acompanhamento da família, inclusão na comunidade, lutando pelos direitos, privilegiando o tratamento em serviços de base comunitária.

Tendo em vista a importância desse movimento, em Barra do Garças-MT foi realizado uma ação de movimento social (BLIZ educativa) na manhã de quarta-feira (18 de maio) no centro da cidade (praça dos garimpeiros), abordando a comunidade que passava pelo local por meio de aferição de pressão, entrega de panfletos sobre a Luta Antimanicomial e a Reforma Psiquiátrica, bem como informando sobre os locais de atendimento especializado em saúde mental disponíveis de forma gratuita em nossa região.

Dando continuidade a esse movimento, as ações se estenderão a cidade de Aragarças no dia 21 de maio na feirinha da cidade (17h30 as 20h) e no Pontal do Araguaia-MT no dia 24 de maio na feirinha municipal (17h30 as 20h).

 

Locais de tratamento especializado em saúde mental em nossa região:

BARRA DO GARÇAS-MT:

CAPS II (Transtorno Mental) - Rua Francisco Lira, nº 1470, Setor Sena Marques. Fone: (66) 3401– 7905

CAPS AD (Álcool e Droga): Rua A, nº107, Bairro União. Fone: (66)3401-8537

ARAGARÇAS-GO:

CAPS I (Transtorno Mental e Álcool e Droga) - Rua Francisco Albuquerque Milhomem c/ Rua Ernesto José Barbosa, Setor administrativo. Fone: (64) 3638-7000

* E todas as unidades de saúde (ESF) dos municípios.


Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se a empresa de Água continuar com serviço irregular, o que deve ser feito pelo prefeito? Deixê a sua opinião internauta

1.7%
4.7%
20.2%
73.4%