06/05/2016 às 13h35min - Atualizada em 06/05/2016 às 13h35min

Polícia indicia golpista por venda falsa em sites

Midia News
Midia News

O golpista K.B.V.J, 32 anos, foi indiciado pela Polícia Civil por crime de estelionato, praticado mediante anúncio da venda falsa de um Iphone no site OLX. Uma vítima de Santa Catarina caiu no golpe e procurou a Delegacia de Estelionato, localizada na 2ª Delegacia de Polícia, no bairro Carumbé, em Cuiabá, na última segunda-feira (02.05).

O delegado José Carlos Damian disse que a vítima, que é dona de um circo, viu o anúncio no site e entrou em contato com o anunciante. “O celular era vendido por R$ 1,4 mil. A vítima deu entrada de 700, mas o produto não foi entregue”, contou Damian.

A vítima informou ao delegado, que o golpista passou o número de uma conta bancária da Caixa Econômica de Cuiabá, para depósito do valor. Pelo número, um investigador da unidade localizou a correntista, que alegou que havia emprestado a conta para o golpista. Ela também manteve contato via o site OLX, depois de anunciar que procurava emprego.

A dona da conta disse ainda, que o golpista ofertou pagar R$ 1,5 mil pelo empréstimo de sua conta corrente e ela acabou entregando o cartão do banco ao suspeito. “O cartão deu problema e ele não conseguiu tirar o dinheiro. Eles marcaram para desbloquear o cartão na agência, mas já estávamos monitorando e ele foi detido”, explicou o delegado.

O suspeito é morador de Várzea Grande, alega ser autônomo e negou que tenha aplicado o golpe. No entanto, a Polícia Civil apreendeu o celular dele e encontrou várias conversas mantidas com possíveis vítimas via aplicativo Whatsapp, além de ter identificado outras pessoas reclamando e informando o nome dele no site reclameaqui, de consumidores insatisfeitos com a compra de produtos via internet.

O celular será enviado para a perícia. O delegado ressaltou o empenho do investigador Jhoni, que passou três dias investigando o caso para identificação do golpista.
 


Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se a empresa de Água continuar com serviço irregular, o que deve ser feito pelo prefeito? Deixê a sua opinião internauta

1.8%
4.7%
19.9%
73.6%