28/04/2016 às 14h43min - Atualizada em 28/04/2016 às 14h43min

Pai morre tentando evitar que filho seja assassinado

Midia News
Midia News

O comerciante Manoel Moura Porfírio, de 46 anos, foi assassinado no começo da noite da última quarta-feira (27), tentando proteger o filho, I.P.P., de 18 anos, que também foi baleado. O crime aconteceu no bairro Jardim Esmeralda, em Várzea Grande.

A Polícia Militar foi acionada por moradores da região. Ao chegar no local, encontrou as vítimas caídas no chão.

Uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) constatou a morte do comerciante. Já o seu filho foi levado para o Pronto-Socorro, onde permanece internado em estado grave.

De acordo com a irmã e filha das vítimas, estavam todos sentados em frente ao comércio do pai, quando foram surpreendidos por dois criminosos que apontaram a arma para o filho de Manoel.

Na tentativa de proteger o rapaz, Manoel se jogou na frente e acabou sendo atingido. Em seguida, os criminosos atiraram contra o I.P.P. e fugiram a pé.

Segundo o boletim de ocorrência, os bandidos estavam usando bermudas, camiseta e bonés. A irmã ainda relatou que viu os mesmos indivíduos perto da casa de um dos jovens que havia sido preso com seu irmão.

Em posse dessas informações, os policiais se dirigiram para a casa desse suspeito e o localizaram. Ele afirmou que não cometeu o crime, mas que por volta das 18h de ontem viu dois colegas dele armados.

Os policiais fizeram buscas na região, mas não encontraram os dois suspeitos.

A mãe de I.P.P. contou aos policiais que o filho e mais outros jovens foram presos há cerca de um mês e saíram da cadeia há 11 dias. Desde então, o filho estava recebendo ameaças.

Ainda segundo a mãe do jovem, três dos jovens que foram presos passaram a acusar I.P.P. de ter denunciado os outros suspeitos e estavam pedindo a quantia de R$ 3.500 para custear advogados, caso contrário iriam matá-lo.

Diante disso, apenas o suspeito relatado pela irmã da vítima foi encaminhado para a Central de Flagrantes.

O caso será investigado pela Polícia Civil.
 


Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se a empresa de Água continuar com serviço irregular, o que deve ser feito pelo prefeito? Deixê a sua opinião internauta

1.1%
4.8%
17.6%
76.5%