20/04/2016 às 13h35min - Atualizada em 20/04/2016 às 13h35min

14 são presos em Barra do Garças na operação Civil Carga Máxima 2

Assessoria / PJC MT

Foram presas 14 pessoas pela Polícia Judiciária Civil de Barra do Garças (509 Km a Leste) por práticas criminosas como furto, roubo e tráfico. Foram apreendidos 20 kg de substância análoga à maconha e mais R$ 6 mil em espécie, parte desse valor proveniente de contravenção penal popularmente conhecida como “jogo do bicho”. As ações integram a operação Civil na Carga Máxima 2, inserida em ofensiva da Secretaria de Segurança Pública (Sesp).

Ao longo da operação foram cumpridos 12 mandados de prisão preventiva e 03 mandados de busca e apreensão. Foram abordadas 51 pessoas, 15 delas conduzidas para averiguação. Até o momento são 05 Termos Circunstanciados de Ocorrência (TCOs) lavrados e duas prisões em flagrante contabilizadas pelas práticas criminosas de tráfico e roubo.

A maior repercussão foi com a ação que prendeu o trio formado por Alaff Aguiar Araújo, 19 anos, Frederico Feitosa Viana, 18 anos, e Joseph Aparecido Pereira da Silva, 20 anos, com 20 kg de maconha trazida de Mato Grosso do Sul para ser comercializada na região.

Outro destaque foi a prisão de Raimunda Lucia da Silva Araujo, 36 anos, e Sebastião Ferreira da Silva, 56 anos, encontrados comercializando jogos de azar, modalidade prevista na Lei das Contravenções Penais (Lei 3.688/41). Com ela foi apreendido uma máquina de fazer apostas e a quantia de R$ 731 e mais duas bobinas de papel para confeccionar os jogos. Com Sebastião foram recolhidas bobinas e mais R$ 353.

Os mandados de prisão preventiva que foram cumpridos pela 1ª Delegacia de Polícia de Barra do Garças foram em desfavor de Jô Pires de Souza, Amilson Souza, Reginaldo Batista dos Santos, Leandro Soares de Lima, Mizael Alves Feitosa, Nelson Charles Rocha de Oliveira e Agnaldo Martins dos Reis.

Já as ordens judiciais cumpridas pela Delegacia de Roubos e Furtos de Barra do Garças (DERF) foram contra Sebastião, Maksuel Souza da Silva, Weliton Cesar Siriqueira, Wilian Martins e Warlen Marcos da Silva.


Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se a empresa de Água continuar com serviço irregular, o que deve ser feito pelo prefeito? Deixê a sua opinião internauta

1.1%
4.8%
17.6%
76.5%