10/04/2016 às 15h57min - Atualizada em 10/04/2016 às 15h57min

Rapaz é preso acusado de matar a irmã com crueldade e gastar dinheiro em balada

Portal Sorriso (PS)
PS

Leonardo Gomes, de 19 anos, foi detido pela Polícia Militar de Sorriso na manhã de domingo (10). Ele é o principal suspeito de matar a irmã, Elen Gomes, de 24 anos, com requintes de crueldade.

Os irmãos moravam juntos em uma quitinete localizada na rua Camboriú, no bairro Rota do Sol, em Sorriso, onde a vítima foi morta com golpes de faca.

A Polícia suspeita que o acusado tenha matado a vítima após roubar dela cerca de R$ 500. O dinheiro teria sido gasto por Leonardo, na noite de sábado, em clube de festas de Sorriso. Em depoimento, o suspeito nega que tenha matado a irmã e ainda aponta o ex-cunhado como autor do homicídio.

Perguntado sobre o motivo de ele ter sido acusado, Leonardo alega que seja apenas porque morava com a irmã. “Eu pedi para ela R$ 20 emprestados porque ontem foi o meu aniversário e ela me deu o dinheiro. Eu já tinha R$ 250 mais eu queria mais dinheiro para o táxi”, argumentou.

Leonardo declarou, ainda, que ficou sabendo sobre a morte da irmã por meio do ex-cunhado. “Eu desconfio dele porque ele já puxou o facão para ela uma vez e não pagava direito a pensão”, disse, acrescentando que é usuário de drogas.

Segundo a PM, o jovem foi detido após uma denúncia. Leonardo foi encontrado nas proximidades da casa onde a irmã foi assassinada.

Conforme uma testemunha, por volta da meia noite, Leonardo teria dito para um amigo que achou que tivesse matado a irmã dele.

Sábado, no clube de festas, Leonardo gastou mais de R$ 500 – quantia que pode ter sido subtraída da vítima.

Barbaridade

Elen trabalhava como vigilante e foi encontrada morta em sua residência. O corpo apresentava diversas lesões pelo corpo supostamente provocadas por golpes de faca. Segundo a polícia, possivelmente a vítima estava dormindo no momento do crime, no mesmo quarto em que se encontrava o filho dela, de apenas 3 anos.

Por enquanto, não há confirmações sobre como o fato ocorreu. Uma pessoa (não identificada) teria visto a jovem já sem vida e acionou a polícia. Na casa também não havia nenhum sinal de arrombamento.

A princípio nenhuma testemunha teria ouvido gritos ou pedidos de socorro. Apesar das poucas informações, a perícia aponta, inicialmente, que o homicídio teria ocorrido de três a quatro horas antes da vítima ser encontrada morta.

Na casa da vigilante também não havia sinais de luta corporal antes do crime.

Em entrevista, o perito Luciano Nogueira informou que a equipe da Politec de Sorriso encontrou a mulher morta deitada na cama. “Detectamos várias lesões na região cervical, no pescoço e cortes profundos. O levantamento preliminar é de que trata-se de um homicídio praticado com um objeto similar a uma faca”.

O corpo de Elen foi encaminhado à Politec e o caso passa a ser investigado pela Polícia Civil, que deve instaurar um procedimento completo de apuração do crime.

O principal suspeito do crime é o irmão da vítima. Trata-se de Leonardo Gomes, de 19 anos.


Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se a empresa de Água continuar com serviço irregular, o que deve ser feito pelo prefeito? Deixê a sua opinião internauta

1.1%
4.6%
16.9%
77.5%