06/04/2016 às 12h08min - Atualizada em 06/04/2016 às 12h08min

Polícia Civil prende caseiro que matou fazendeiro com mais de 20 facadas

Assessoria/PJC MT

O caseiro que assassinou um fazendeiro no município de Pontes e Lacerda (448 km a Oeste) foi preso pela Polícia Judiciária Civil, no final da tarde de terça-feira (06.04), após ter a prisão preventiva expedida por homicídio qualificado. A prisão está inserida na operação da Secretaria de Estado de Segurança Pública, Carga Máxima.

O suspeito, Joberson de Oliveira, 27, matou a golpes de facas o fazendeiro José Antônio Mazetti, 61, no domingo (03.04). O funcionário desferiu mais de vinte facadas no patrão, que morreu no local. Depois do crime, motivado por desentendimento financeiro, ele fugiu com o carro da vítima.

A vítima era dona de uma propriedade rural, localizada cerca de 20 quilômetros do centro de Pontes e Lacerda. Há três meses Joberson estava trabalhando no sítio e vinha fazendo exigências ao patrão, que não concordava.

O suspeito convivia com uma adolescente de 17 anos no sítio e possui várias passagens pelo polícia, por crime de violência doméstica contra a ex-mulher e atual, sendo considerado um homem muito violento. No domingo, Joberson passou o dia consumindo bebida alcoólica e drogas. No início da noite, o patrão foi levar o suspeito e sua companheira até o centro da cidade.

Em determinado momento, o fazendeiro parou o veículo para abrir a porteira do sítio, quando Joberson, em poder de uma faca, desferiu vinte golpes no patrão, que não resistiu aos ferimentos. “Muito provavelmente sob efeito de drogas e álcool cometeu esse crime de repercussão em toda a região”, disse o delegado Gilson Silveira.

Conforme o delegado, após praticar o crime, Joberson deixou o corpo da vítima no local, e fugiu no veículo do fazendeiro obrigando sua companheira a ir junto. Mais adiante, o acusado acabou liberando a adolescente, que se tornou a principal testemunha ocular do homicídio.

Com base nos fatos, o delegado de polícia Gilson Silveira do Carmo representou pelo mandado de prisão preventiva pelo crime de homicídio qualificado, prontamente deferido pela Justiça e Ministério Público.

Durante as diligências, a Polícia Civil localizou o procurado em uma residência na região central de Pontes e Lacerda. Joberson foi conduzido à Delegacia de Polícia, interrogado e posteriormente transferido para o Centro de Detenção Provisório do município.


Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se a empresa de Água continuar com serviço irregular, o que deve ser feito pelo prefeito? Deixê a sua opinião internauta

1.1%
4.6%
17.2%
77.1%