10/05/2012 às 10h48min - Atualizada em 10/05/2012 às 10h48min

Agentes prisionais fazem protesto em Mato Grosso

Eles pedem aumento de efetivo e mais condições de trabalho em Água Boa

Olhar Direto
Agua Boa News

Os agentes prisionais da penitenciária Major Zuzi Alves, em Água Boa (730 km de Cuiabá), vão protestar nesta quarta-feira (09) contra a falta de condições de trabalho naquela unidade prisional e ameaçam cruzar os braços se não tiver providência por parte do Governo do Estado.

A indignação dos servidores se deve à agressão que um deles sofreu por volta das 18 horas de ontem. O servidor prisional Aelson Miranda, 48 anos, foi agredido com golpes de barras de ferro. O ataque aconteceu no momento que o agente estava efetuando o trancamento da cela 01 do raio laranja do presídio.

Os agentes reclamam da superlotação do presídio de Água Boa, que custou R$ 14 milhões e já enfrenta problemas estruturais, como esgoto estourado e vazamento na parte hidráulica. Recentemente a unidade foi interditada a pedido do Ministério Público Estadual (MPE) água-boense que pediu a remoção gradativa dos detentos para outra unidade.

Aelson teve lesões no braço e foi conduzido para o hospital regional de Água Boa com suspeita de fratura. Segundo a PM, na hora que Aelson foi atacado, estavam somente três agentes trabalhando. Um número insignificante para controlar mais de 600 detentos do presídio.

Dois detentos aproveitaram o momento do número reduzido de agentes, ao fim do horário de recolhimento, e esconderam-se dentro da quadra e depois foram pra cima do servidor usando barras de ferro.

A manifestação dos agentes estava prevista para começar por volta das 9h da manhã desta quarta-feira. Com informações do Água Boa News.  


Notícias Relacionadas »
Comentários »

Com UTIs lotadas, Barra do Garças deve ou não aderir lockdown? 3 pacientes aguardam vagas

75.1%
23.6%
1.3%