09/05/2012 às 12h09min - Atualizada em 09/05/2012 às 12h09min

Alencar e Beto buscam acordo sobre PSD para comando de Barra do Garças

Olhar Direto
Olhar Direto

Conselheiro aposentado, Alencar Soares Filho iniciou a articulação de sua candidatura à Prefeitura de Barra do Garças e manteve contato com o empresário e pré-candidato a prefeito Roberto Farias (PSD). Alencar busca um entendimento para filiar-se ao PSD diante da possibilidade de Beto ficar fora da eleição.

O empresário, filho do ex-governador Wilmar Peres, foi punido em 2010, quando candidato a deputado federal, por ter dado uma entrevista numa TV e agora tenta reverter a situação no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), em Brasília.

“Eu não quero impor nada e procurei o Beto para colocar meu nome como opção caso ele não consiga reverter a situação”, frisou Alencar, que concedeu várias entrevistas nas rádios e TVs locais nesta segunda-feira (07).

Essa foi a primeira aparição de Alencar após deixar o Tribunal de Contas do Estado (TCE) no último dia 03, conforme antecipou com exclusividade o Olhar Direto. Alencar informou que foi convidado por outros partidos, porém tem preferência por filiar-se no PSD pela sua proximidade com o deputado estadual e presidente da Assembléia Legislativa, José Riva.

O encontro entre Beto e Alencar aconteceu sábado (5). O empresário Beto disse que Alencar é bem vindo ao partido. Sobre sua situação jurídica, o filho de Wilmar Peres voltou a pedir um prazo de 20 dias para conseguir um efeito suspensivo da decisão do Tribunal Regional Eleitoral (TRE).

“Meus advogados já entraram com pedido de instrumento de agravo diante do tempo exíguo e morosidade da própria Justiça”, explicou Beto.

Beto se diz prejudicado devido à demora da Justiça em julgar o mérito da ação e argumenta que não cometeu nenhum crime de desvio de dinheiro público nem improbidade administrativa e que está sendo punido por causa de uma entrevista.

“A minha entrevista foi para explicar as ameaças que eu sofri na campanha e uma possível bomba que deixaram no meu comitê”, relembra Beto. O empresário acredita que, nos próximos quatro dias, seu pedido de instrumento de agravo será apreciado pelos ministros do TSE e, se conseguir reverter, Beto quer o apoio de Alencar.

O conselheiro aposentado explicou que pode se filiar até o dia 7 de junho, porém ele quer resolver essa situação até o dia 25 de maio.

“Eu tenho pressa até mesmo para buscar outros partidos e formar uma aliança para disputar a Prefeitura de Barra do Garças”, completou. 


Notícias Relacionadas »
Comentários »

Com UTIs lotadas, Barra do Garças deve ou não aderir lockdown? 3 pacientes aguardam vagas

75.1%
23.6%
1.3%