26/02/2016 às 13h23min - Atualizada em 26/02/2016 às 13h23min

Pai encontra cobra ao levar filha para brincar em parquinho

Aline Olean
Clique F5

“Cuidado ao levar seus filhos ao parque de areia próximo ao murão. Devemos ter atenção redobrada, pois lá existem animais perigosos como essa cobra que minha filha de 04 anos viu enquanto brincava no balanço. A cobra desceu da casinha de madeira pelo escorregador, então cuidado pais”. Esse é o relato de um pai preocupado com sua filha.

A equipe de O Diário entrou em contato com M.F., morador de Primavera do Leste para saber como que foi dar de cara com uma cobra em um parquinho. Segundo o pai, tudo isso aconteceu na última quarta-feira (24), por volta das 20h, em um parque, próximo ao ‘murão’.

Como esperado, o homem ficou muito preocupado com sua filha, além das outras crianças que também estavam o local. “Fiquei preocupado como pai, porque minha filha ficou com tanto medo que não quer voltar lá nunca mais”, disse M.F.

O motivo da postagem em rede social serviu como alerta para outros pais que visitam o local. “Postei para alertar os sobre o perigo que as crianças estão passando; pois não quero que outras crianças passem pelo mesmo trauma, serve como alerta principalmente por não contarmos com estoque de antiofídico”, contou o pai.

De acordo com ele, a filha não estava sozinha no local. “Minha filha tem apenas quatro anos, mas haviam várias outras crianças brincando dentro da casinha de madeira. Depois que foram embora, minha filha viu a cobra sair lá de dentro e naturalmente gritou de medo me chamando, por sorte estava perto e de olho”, relatou o pai.

Erismar de Souza trabalha no Corpo de Bombeiro de Primavera, e viu a foto do animal. Segundo ele, “trata-se de uma jararaca”.


Ele contou que já foram encontrados vários animais naquela área, como por exemplo, anta, porco-espinho, tamanduá mirim, entre outros. “O local onde o animal foi encontrado é de transição da cidade com uma área de preservação, ou seja, esporadicamente as pessoas podem deparar-se com esse tipos de animal”, finalizou Souza.


Notícias Relacionadas »
Comentários »

Com UTIs lotadas, Barra do Garças deve ou não aderir lockdown? 3 pacientes aguardam vagas

75.0%
23.7%
1.3%