24/02/2016 às 13h53min - Atualizada em 24/02/2016 às 13h53min

Irmãos são presos com armas, drogas e pescado ilegal

Agência da Notícia com G1M
Agência da Notícia

Dois irmãos foram presos no município de Sorriso (420 km ao Norte), na operação da Secretaria de Segurança Pública “Carga Máxima” deflagrada em todo estado de Mato Grosso. A ação da Polícia Judiciária Civil culminou na apreensão de três armas de fogo, droga, pescado irregular e combustível.

O suspeito, Ademir Fabrício, 35, foi preso em flagrante por tráfico de drogas e corrupção de menores. O seu irmão, Devanzir Fabrício, 44, foi indiciado por posse ilegal de arma de fogo e receptação. A investigação iniciou após denúncia anônima, sobre um ponto possivelmente usado para comércio de entorpecente na estrada denominada “Morocó”, a 100 quilômetros do centro da cidade de Sorriso.

Com base nas informações, a equipe de policiais civis iniciou as diligências e constatou um bar com as suspeitas de tráfico, comércio clandestino de peixes e de combustível. Durante monitoramento do local, os policiais fizeram a abordagem das pessoas que estavam no bar, sendo encontrado drogas com um dos “clientes” do estabelecimento. O adolescente A,R.C.S., foi localizado com uma porção de maconha. Questionado sobre a droga, o menor contou que havia comprado de Ademir, irmão do dono do bar.

Diante dos fatos, o proprietário Devanzir foi indagado pelos policiais sobre o alvará de funcionamento, uma vez que o ponto comercializava bebidas alcoólicas, mas o suspeito não possuía o documento de autorização para funcionamento. Em seguida, Devanzir disse que possuía duas espingardas em sua residência anexa ao bar.

Acompanhados da esposa de Devanzir e outras testemunhas, os policiais civis realizaram buscas na casa do suspeito, onde foi localizado as duas espingardas com várias munições, e um revólver calibre 32 e diversas munições do mesmo calibre. Na imóvel, também foi localizado um freezer com pescados irregulares, sendo três da espécie cachara e uma matrinxã. Ainda no terreno, foi encontrado um depósito de óleo diesel, contento um tanque com capacidade para cerca de 200 mil litros.

Conforme apurado, o óleo diesel era adquirido de caminhões-tanque e colocado no tambor para posteriormente ser vendido para outros motoristas por um preço menor .

Após o flagrante, os irmãos foram conduzidos à Delegacia de Polícia, onde foram interrogados pelo delegado de polícia Bruno Sergio Abreu Magalhães e autuados pelos crimes de tráfico de drogas, corrupção de menores, posse ilegal de arma de fogo e receptação.

Participaram da ação os policiais civis Marcio Coutinho, Cleverson de Souza Hanse, Jose Raimundo Correia Filho, Hermes Gonsalves, Jose maria Esperdiao da Costa e Wallace Lara.


Notícias Relacionadas »
Comentários »

Com UTIs lotadas, Barra do Garças deve ou não aderir lockdown? 3 pacientes aguardam vagas

75.0%
23.7%
1.3%