17/02/2016 às 15h03min - Atualizada em 17/02/2016 às 15h03min

Marido que matou mulher há 20 anos e largou 9 filhos na PB é preso em MT

G1 MT
Assessoria/ Polícia Civil-MT

Foragido há quase 20 anos, um homem de 59 anos acusado de matar a mulher na Paraíba foi preso nesta terça-feira (16), em Rosário Oeste, a 133 km de Cuiabá. Depois do crime, Antônio Pedro da Silva fugiu de São José das Piranhas (PB), abandonando os nove filhos que tinha com a vítima, morta a facadas, segundo a Polícia Civil.

Em Rosário Oeste, ele já tinha se casado novamente e trabalhava como vendedor de picolé.

A prisão ocorreu após mobilização dos filhos com a polícia da Paraíba. De acordo com a Polícia Civil de Mato Grosso, um dos filhos descobriu a localização do pai e informou o paradeiro dele à polícia daquele estado, que, em seguida, entrou em contato com a polícia mato-grossense.

À polícia, o acusado confessou o crime e disse que cometeu o crime por ciúmes da mulher. À época, trabalhava como cortador de cana em São Paulo e, quando retornou para a cidade dele, ouviu boatos de que ela estaria supostamente tendo um caso com alguém. Com isso, alegou ter se revoltado e assassinado a mulher.

Em Mato Grosso, onde vive desde o ocorrido, morou em algumas cidades. Além de Rosário Oeste, passou algum tempo em Juara, a 690 km de Cuiabá, como contou para a polícia após a prisão. Ele foi preso na rua quando vendia picolé. Segundo ele disse à polícia, a atual mulher sabia do crime que ele tinha cometido na Paraíba.

Havia um mandado de prisão, expedido pelo juiz da Comarca de São José das Piranhas, contra ele. Ele usava documento com nome verdadeiro.


Notícias Relacionadas »
Comentários »

Com UTIs lotadas, Barra do Garças deve ou não aderir lockdown? 3 pacientes aguardam vagas

75.0%
23.7%
1.3%