07/02/2016 às 19h10min - Atualizada em 07/02/2016 às 19h10min

Homem acusado de matar fazendeiro se entrega na PM de Aragarças

Araguaia Noticia
Reprodução

O plantão tranquilo da Polícia Militar (PM) de Aragarças-GO foi interrompido no sábado (06/02) com a presença de Reginaldo Ramos Figueiredo, 39 anos. Ele procurou o sargento Dayan para se entregar após confessar o assassinato de um fazendeiro no município de Lagoa Santa no estado de Goiás. 

Reginaldo disse à imprensa que o crime teria ocorrido há quinze dias. Ele conta que foi trabalhar na fazenda da vítima José Eduardo Padovani, 69 anos, e lá aconteceu um desentendimento. Ainda na versão do acusado, durante a briga, o fazendeiro saiu em direção ao quarto como se fosse pegar alguma coisa e nesse momento Reginaldo deu um murro no fazendeiro e o acertou na cabeça com uma alavanca de macaco de carro. 

Assustado com ocorrido, Reginaldo fugiu e estava escondido na região do Araguaia. Preocupado porque sua família estava sendo procurada para dar informações sobre o paradeiro dele, o acusado decidiu se apresentar na polícia.

Após conceder entrevista, o acusado foi encaminhado pela PM à delegacia e posteriormente ao presídio.

O noticiário mais recente sobre o fazendeiro, do dia 03/02 em Lagoa Santa, diz que a polícia ainda não tinha encontra José Eduardo, proprietário da Fazenda Sape, desaparecido desde quinta-feira. A casa do fazendeiro foi encontrada aberta e a caminhonete estava na fazenda, bem como seus documentos.

Uma equipe do Corpo de Bombeiros com cães farejadores foi acionada para ajudar nas buscas ao fazendeiro. José Eduardo era conhecido por ter caminhão e fazer fretes na região. Também, segundo um amigo, foi proprietário de uma distribuidora de bebidas em Cassilândia.
 


Notícias Relacionadas »
Comentários »

Com UTIs lotadas, Barra do Garças deve ou não aderir lockdown? 3 pacientes aguardam vagas

74.9%
23.7%
1.3%