18/04/2012 às 12h12min - Atualizada em 18/04/2012 às 12h12min

Em menos de 15 dias, 8 assaltos registrados em cidade de 19 mil habitantes

Olhar Direto
Reprodução

Uma cidade de 19 mil habitantes está vivendo uma onda de assaltos que não tem mais fim. Em menos de 15 dias, foram oito assaltos a mão armada, inclusive com emprego de violência física. Os ladrões não estão dando sossego para população de Aragarças-GO, divisa com Barra do Garças.

Por volta das 17 horas de segunda-feira (16) dois homens de moto assaltaram o supermercado Skinão, na avenida Duque de Caxias. Os bandidos estavam de capacete e renderam os funcionários do estabelecimento comercial, subtraindo R$ 800. O assalto aconteceu numa das avenidas mais movimentadas do município que dá acesso ao batalhão do Exército e, mesmo assim, os bandidos agiram durante a luz do dia.

As câmeras do supermercado registraram a ação e o proprietário informou que vai disponibilizar o material para polícia e imprensa com objetivo de alertar a sociedade sobre a onda de assaltos no município goiano.

Os ladrões começaram a aterrorizar Aragarças no final de março, quando assaltaram três mercearias na mesma rua Euclides Victor de Oliveira: as mercearias Pará e Damião, e depois o supermercado Ponto Certo, do comerciante Silvestre, cuja família ficou amarrada. Os bandidos levaram aproximadamente R$ 20 mil do Ponto Certo.

A ousadia é tanta que os bandidos ameaçam voltar quando não conseguem dinheiro. É o que aconteceu no posto de gasolina Carinhoso, onde dois elementos de moto anunciaram o assalto, mas como o caixa já havia sido recolhido, avisaram os frentistas que iriam retornar outro dia.

O município goiano enfrenta problemas de efetivo policial para combater a onda de assaltos. O Governo do Estado pouco tem investido em segurança pública no município-destaque em potencial turístico com a temporada de praia em julho.

Existe uma promessa de implantar a polícia de fronteira em Aragarças, porém outra medida necessária é aumentar o efetivo das polícias Civil e Militar para diminuir a onda de crimes na cidade.


Notícias Relacionadas »
Comentários »

Com UTIs lotadas, Barra do Garças deve ou não aderir lockdown? 3 pacientes aguardam vagas

75.1%
23.6%
1.3%