Araguaia Notícia  Publicidade 1200x90
22/12/2015 às 14h55min - Atualizada em 22/12/2015 às 14h55min

Em nota, prefeitura de Barra diz que denúncia sobre universitária é 'requentada' e caso já foi esclarecido

Secom / BG
Reprodução

O Promotor Marcos Brant continua a perseguição contra o Prefeito Roberto Farias e a Câmara Municipal por conta de denúncias de abuso em diversas ações no Município de Barra do Garças, Brant usa a instituição para fazer retaliações aos representantes dos dois poderes, que foram eleitos pela população. A denúncia foi requentada para tentar justificar a megaoperação realizada no início do mês de dezembro.

O Caso da servidora Camila Souza Farias já foi esclarecido no inquérito já instaurado pela promotoria de Justiça, a servidora foi exonerada e devido uma falha o seu nome continuou ativo na folha de pagamento, porém, importante esclarecer que não houve prejuízo ao erário público pois o dinheiro recebido indevidamente foi devolvido aos cofres públicos.

Com mais uma derrota no caso que Brant encampou sobre o Piso nacional dos professores em que o procurador geral da República Rodrigo Janot deu parecer favorável a Prefeitura de Barra do Garças, reconhecendo que o Piso está sendo cumprido no Município e a nova denúncia feita à corregedoria do MP na semana passada, inclusive com a entrega de um abaixo assinado com mais de 3 mil assinaturas da população em geral de Barra do Garças (apoiada por 11 deputados estaduais, UCMMAT e AMM dentre outras entidades) contra os abusos e perseguições do promotor Marcos Brant, estamos certos que continuarão ocorrendo ataques e denuncismo, inclusive com assuntos requentados que foram esclarecidos, como esse. Mas confiamos na Justiça e a reposta as perseguições e abusos será com trabalho.  

Araguaia Notícia  Publicidade 790x90


Entre no grupo do Araguaia Notícia no WhatsApp e receba notícias em tempo real  CLIQUE AQUI
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Araguaia Notícia  Publicidade 1200x90