Araguaia Notícia  Publicidade 1200x90
22/12/2015 às 17h40min - Atualizada em 22/12/2015 às 17h40min

Prefeito e vereadores fazem balanço do ano e criticam promotor por perseguições

Secom/BG
Edevilson Arneiro / Secom-BG

O prefeito Roberto Farias concedeu entrevista coletiva na manhã de terça-feira (22/12) onde fez um balanço do ano de 2015 e aproveitou para convidar a população para passar a virada de ano no porto do Baé.

“Serão duas atrações musicais no dia 30 e outros dois shows com bandas que animarão o Réveillon, e teremos ainda uma belíssima queima de fogos, um ano que não foi fácil, uma crise como jamais vista que afetou a todos, mas dentro da possibilidade conseguimos avanços importantes como as obras de infra estrutura com asfaltamento e recapeamento de mais de 70 ruas, construção de pontes ligando o Nova barra a região central, reforma e ampliação de todas as unidades de saúde, escolas e creches, estamos pagando o Piso nacional, além de vários outras realizações, como no social”, disse.

Ao lado do presidente da Câmara Municipal Miguel Moreira e dos vereadores Biroska, Celson Souza, Dr. Neto, Pebinha, Mandioquinha, dr. Paulo Rayer e João Cego, Beto Farias citou os ataques que vem sofrendo do promotor Marcos Brant.

“Ele está usando a instituição Ministério Público para fazer retaliações e atender sua obsessão em tentar me afastar do cargo, são vários exemplos de abuso, como na apreensão de maquinários na Casemat, onde funcionários da Prefeitura no exercício da profissão foram presos por ele, os servidores apresentaram ainda uma lei Municipal em que estavam respaldado e o promotor afirmou que Lei Municipal não servia pra nada".

"As centenas de ações de improbidade contra mim e os vereadores, que aliás tem a imunidade parlamentar para votar sim ou não, e isso ele também processou, entulhando o Judiciário e prejudicando o Município, pois somente no Distrito Industrial seriam instaladas mais de 50 empresas que gerariam mais de 2.500 empregos, com isso prejudicou a economia local, agora mais recente tem a questão do Piso que ele interferiu induzindo a Justiça ao erro conseguindo me afastar do cargo, trazendo inúmeros prejuízos ao Município com convênios que não puderam ser assinados, divido um pedido dele, em todos os casos os superiores dele reconheceram o erro, no caso do Piso o procurador Geral Rodrigo Janot e o Ministro Ricardo Lewandowsky foram favorável reconhecendo que a Prefeitura de Barra do Garças paga o piso desde 2013, é um absurdo, um cidadão que quer estar acima de todos os poderes, até mesmo do próprio Ministério público”, concluiu o Prefeito.

Os vereadores criticaram a perseguição e as retaliações do Promotor Marcos Brant, “Ele interfere em todos os poderes atacando o prefeito, vereadores, servidores públicos, empresários, o pequeno produtor, feirantes, moto taxistas e quer acabar com eventos religiosos como o Show Gospel e a Festa de Santo Antônio, tradição de mais de 60 anos do padroeiro da cidade, além de eventos turísticos, semana passada recebemos o apoio de 11 deputados, da UCMMAT, AMM, representantes de entidades e um abaixo assinado com mais de 3 mil assinaturas cobrando providência, porque assim como outros Municípios onde ele passou como Sorriso, itiquira e outros, ele consegui implantar este caos e insegurança que está acontecendo hoje em Barra do Garças”, destacou o pres. Câmara Miguelão.

Araguaia Notícia  Publicidade 790x90


Entre no grupo do Araguaia Notícia no WhatsApp e receba notícias em tempo real  CLIQUE AQUI
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Araguaia Notícia  Publicidade 1200x90