09/05/2011 às 19h39min - Atualizada em 09/05/2011 às 19h39min

Câmara veta requerimento sobre casas populares

Olhar Direto
Reprodução O prefeito tem 7 dos 10 vereadores e derruba requerimento

Vereadores de Barra do Garças entraram com um requerimento, nesta terça-feira (3), pedindo informações do prefeito Wanderlei Farias (PR) e da secretária de Ação Social, Laura Beatriz, sobre critérios e cadastro de 123 famílias para casas populares do programa Minha Casa Minha Vida, do governo federal em parceria com o município.

O pedido de informações assinado pelos vereadores Sávio Carvalho (PDT), Miguelão Moreira (PTB) e Odorico Kiko (PT) acabou sendo derrubado pela bancada do prefeito que é a maioria no legislativo.

O petista disse que a prefeitura assinou um convênio em 2009 e até agora não definiu critérios para construção destas casas. Porém ele lamenta que existam comentários de que as casas já tem indicados. "Não pode haver indicação e sim um cadastro com transparência para todos. Eu sugiro com o Ministério Público acompanhe essa lista para evitar privilégios", frisou.

Como o requerimento não foi aceito em plenário, o parlamentar disse que vai encaminhar a denúncia para o Ministério Público e vai solicitar informações ao Ministério das Cidades e também a Caixa Econômica Federal.

No documento, a oposição pedia a lista dos nomes dos beneficiados; os critérios adotados; e pedia cópias dos contratos dos beneficiados com o projeto; e sobre os contemplados atendem a qual faixa salarial.

Votaram contra o pedido de informações: Andréia Santos (PR), João Jajá (PR), Paulo Sérgio (PP), Miriam Lacerda (PTB), Celson Souza (PV) e Antônia Jacob (PR).

A oposição informou que vai encaminhar a denúncia para o Ministério Público e para Procuradoria Geral da República.


Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se a empresa de Água continuar com serviço irregular, o que deve ser feito pelo prefeito? Deixê a sua opinião internauta

1.3%
4.8%
16.7%
77.2%