21/03/2012 às 14h12min - Atualizada em 21/03/2012 às 14h12min

Prefeitos ameaçam fechar BR-158 nos próximos dias

Olhar Direto
Assessoria

Dezesseis prefeitos da região Norte Araguaia de Mato Grosso estão ameaçando fechar nos próximos dias a rodovia federal BR-158 no município de Ribeirão Cascalheira (960 km de Cuiabá) como protesto contra a possível paralisação da obra.

Segundo os prefeitos, existe um risco da obra ser interrompida devido à mudança do trajeto original, de acordo com o Grupo Executivo do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), e essa hipótese contrariou as lideranças da região.

O trajeto da rodovia chegou a ser modificado devido à questão indígena pelo fato de passar dentro da área Marawatsede reivindicada pelos xavantes. Para evitar a interrupção da obra, os prefeitos querem compromisso do Estado e do governo federal de manter o trajeto original e superar as questões indígenas e ambientais do primeiro traçado.

Cera de 150 produtores, prefeitos, empresários, vereadores, comunitários e sociedade organizada se reuniram sábado (17) em Alô Brasil, no município de Bom Jesus do Araguaia (1.120 km de Cuiabá), para deliberar sobre as medidas que serão tomadas a fim de garantir junto ao governo federal a conclusão das obras.

Uma comitiva de Mato Grosso composta pelo governador Silval Barbosa; deputado estadual Baiano Filho; o presidente da AMNA, prefeito de Querência, Fernando Gorgen; prefeitos de Vila Rica, Calisto Naftaly, de Porto Alegre do Norte, Edi Scorsin e de São Felix do Araguaia, Filemon Limoeiro, se reunirá com o ministro dos Transportes, Sergio Passos, hoje (20) e amanhã (21) com a ministra do Planejamento e Coordenadora do GEPAC, Mirian Belchior, em Brasília.

Os prefeitos ameaçam trancar a rodovia em Ribeirão Cascalheira se não obtiverem êxito nessa viagem à capital federal.


Notícias Relacionadas »
Comentários »