29/10/2015 às 14h41min - Atualizada em 29/10/2015 às 14h41min

Delegado tem esperanças de que manicure esteja viva

Midia News

O delegado responsável pelo caso da manicure Sandra Godoy, de 29 anos, desaparecida há 28 dias no município de Canarana (823 km a Nordeste de Cuiabá), tem esperanças de que a mulher seja encontrada viva. Ela teria sumido após ir se encontrar com um ex-namorado, naquele município.

Conforme as investigações, a manicure teria dito à família que iria à cidade de Ribeirão Cascalheira resolver questões sobre a venda de uma casa. Porém, ela foi para Canarana, onde encontrou o homem.

A Polícia Civil contou que não possui novas informações sobre o caso e segue realizando buscas de acordo com as novidades que são repassadas.

Apesar das dificuldades para encontrar a manicure, o delegado dos municípios de Ribeirão Cascalheira e Canarana, Deuel paixão, mostrou-se otimista com o desfecho da situação.

“Trabalhamos com a hipótese de que ela possa estar viva. Essa é a esperança, porque não temos, até o momento, nenhum elemento que indique que ela esteja morta”, disse.

Os parentes de Sandra Godoy estão auxiliando nas investigações sobre o desaparecimento, segundo Deuel Paixão.

“A família dela tem repassado informações que podem ajudar. Eles apontaram alguns locais onde ela possa estar e acreditam que ela esteja viva”, afirmou.

O ex-namorado da manicure prestou depoimento à Polícia Civil nos primeiros dias após o desaparecimento da mulher. Conforme o delegado, ele mantém a versão contada inicialmente sobre o sumiço.

“Ele mantém a versão de quando foi ouvido pela Polícia Civil, que eles se encontraram em Canarana e ele a deixou no mesmo município. Ele também disse que ela contou que estava em um relacionamento com outra mulher”, contou.

A Polícia Civil continua investigando o caso, porém, não comenta sobre indicações de quem possa estar envolvido com o desaparecimento.

“Não temos elementos que afirmem ou reforcem suspeitas sobre alguma pessoa envolvida no caso, estamos investigando”, declarou.

Sigilo Telefônico

A quebra de sigilo telefônico da manicure foi solicitada para auxiliar nas investigações sobre o caso.

“Estamos aguardando o relatório do setor de inteligência , que acreditamos que irá esclarecer algumas coisas”, pontuou o delegado.

O inquérito sobre o desaparecimento está sendo conduzido pela delegacia de Canarana.

Último contato

A família da moça informou à Polícia que o último contato que teve com ela ocorreu no dia 28 de setembro, quando Sandra ligou para a filha, de 12 anos, e disse que estava bem.

Na terça-feira (29), Sandra teria um horário marcado em um salão de beleza de Ribeirão Cascalheira. Porém, ela não apareceu.

“O horário dela estava agendado para as 8h30 de terça-feira, mas ela não apareceu. A partir de então, passamos a considerá-la desaparecida”, disse Deuel Paixão. 


Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se a empresa de Água continuar com serviço irregular, o que deve ser feito pelo prefeito? Deixê a sua opinião internauta

1.3%
4.8%
16.7%
77.2%