28/10/2015 às 21h04min - Atualizada em 28/10/2015 às 21h04min

GP Barra do Garças de Cross Country Olímpico

Água Boa News

Atletas das principais cidades de Mato Grosso e de cinco outros Estados brasileiros tomam parte e se enfrentarem neste final de semana, na cidade de Barra do Garças, para mais uma etapa do Ranking Nacional de Cross.

 Depois desta etapa vários atletas mato-grossenses assumem a vice-liderança do certame nacional. Todos visam se enquadrarem na nova normativa da SECEL, com relação ao Programa Bolsa Atleta.

No sábado, os atletas fazem o dia todo, treinos e reconhecimento do circuito.

A largada acontece no domingo, às 8 horas da manhã.

Os ciclistas de Mato Grosso já figuram entre os melhores do país. Esta etapa é aguardada com muita expectativa, devida sua pontuação ser elevada. Cada campeão da sua respectiva categoria é bonificado com 110 pontos.

Pela categoria Elite, as disputas serão muito acirradas entre os atletas William Pecego (Barra do Garças), Jesiel Nunes (Goiás) e Wallison Barbosa também de Goiás. Para o atleta Nardinho Parecido, esta “nova” normativa vai se sobrepor a lei vigente.

Como já vem acontecendo desde sua criação, as competições têm sido extremamente disputadas em todas as categorias.

Willian Pecego (Barra do Garças), ocupa hoje a 3ª colocação em nível nacional na categoria Sub-23.
Pecego busca sua inclusão no Programa Bolsa Atleta nacional do governo brasileiro. Na categoria Júnior, Marlon Ghisi (Várzea Grande), ocupa a sexta posição, contra cerca de 200 atletas de todo Brasil. Na categoria Infanto-juvenil, Antônio Baltazar (Barra do Garças), entrou na terceira colocação. Pela categoria Juvenil, Roberth Brito (Barra do Garças), ocupa a 4ª posição no certame nacional.

Na categoria Máster Feminina, a campeã da etapa de Sorriso, foi Solange Machry, que com este resultado ocupa a vice-liderança da categoria, no Ranking Nacional de Cross Country neste ano. Solange é a atual campeã, titulo este conquistado na temporada de 2014.

Ao todo, 14 categorias tomam parte nesta competição brasileira, com sede em Barra do Garças.

Manoel Lima, dirigente da FMTC avalia como excelente este atual campeonato: “Temos reiterado a todos os atletas, que a lei ainda vigora. Também continuamos a nossa orientação, para que os prazos não sejam decorridos. Muitos não estão competindo por falta de apoios, patrocínios e suportes. A Bolsa Atleta suplantaria tudo isso”, finaliza Lima.

O GP Barra do Garças de Cross Country Olímpico tem apoio de Empresas locais, Supervisão e homologação da Confederação Brasileira de Ciclismo, com realização da Federação Mato-grossense de Ciclismo.  


Notícias Relacionadas »
Comentários »

Se a empresa de Água continuar com serviço irregular, o que deve ser feito pelo prefeito? Deixê a sua opinião internauta

1.3%
4.8%
16.7%
77.2%