18/06/2014 às 08h32min - Atualizada em 18/06/2014 às 08h32min

Ação do PR de Wanderlei Farias induziu TRE ao erro, explica advogado

Araguaia Notícia

Araguaia Notícia

O advogado Isaias Mariano, um dos assessores do prefeito Roberto Farias, falou sobre a volta de Roberto a prefeitura de Barra do Garças após uma posição tomada pelo TSE dia 16 de junho. 

Isaias disse que o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) foi induzido ao erro por uma ação movida pelo Partido da República (PR) do ex-prefeito Wanderlei Farias alegando que havia uma decisão do TSE em Brasília para afastamento do prefeito barra-garcense. “Isso não existe porque a ação julgada em 2010 com relação ao Beto em momento algum falava em afastamento portanto a ação do PR induziu a corte do TRE ao erro”, frisou o advogado.

Segundo o advogado isso ficou constatado porque bastou uma provocação ao TSE que imediatamente reconduziu Roberto a prefeitura de Barra do Garças. Isaias lembrou que a ação do PR foi baseada numa denúncia do ex-candidato a deputado estadual Cândido Teles que pertence também ao grupo de Wanderlei Farias em 2010. “Está cada vez mais claro que existe uma perseguição do ex-prefeito Wanderlei e seu grupo a Roberto Farias. E a população está percebendo isso tanto é verdade que repudiou o afastamento de Roberto da prefeitura”, finalizou.

Roberto foi reconduzido ao cargo dia 16 de junho e anunciou algumas medidas para retomar o serviço de limpeza de canteiros, ruas e para assegurar a realização de eventos previstos no calendário turístico de Barra do Garças como o encontro nacional de motociclistas, o Motorcycle e o Copa do Porto com um moderno telão na rampa do Baé.

Outra preocupação do prefeito é manter os contatos com o Ministério da Pesca para recuperar o convênio de seis milhões para construção de tanques e instalação de uma indústria de peixes no município.
 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »