01/01/2017 às 12h10min - Atualizada em 01/01/2017 às 12h10min

Vereadores são presos por não empossarem prefeita

Araguaia Notícia

Uma sessão tumultuada, na manhã de domingo (01/01) marcou a posse dos vereadores e a não posse da prefeita eleita de Torixoréu Inês Coelho (PP). A mesa diretora que assumiu o legislativo não quis empossar a prefeita alegando que ela tem processos.

O que não esperava os vereadores da mesa diretora é que a prefeita eleita já estava com uma liminar lhe assegurando o direito de posse e com isso os parlamentares saíram presos da sessão e foram levados para cidade de Barra do Garças. Foram detidos os vereadores Juca do PV, Maria Lúcia Rocha (PSDB), Deon Nunes (PSD) e Osvaldo Cotraço (PSDB). Eles foram conduzidos pela PM para cidade de Barra do Garças.

Mesmo com a ordem judicial para tomar posse, Inês não assumiu perante a Câmara, mas mesmo assim se encaminhou com correligionários para o prédio da prefeitura. “Nós estamos aqui aguardando que os demais vereadores tomem uma decisão mais sensata e nos emposse ainda hoje. Nós estamos respaldados pela Justiça”, destacou Inês.

A eleição de Torixoréu foi uma das mais polêmicas nos últimos anos. Inês entrou na disputa eleitoral substituindo o esposo, o ex-prefeito Odoni Coelho, que foi cassado. Antes do pleito, o registro de Inês e do adversário Silvio Figueiredo foram impugnados. A eleição aconteceu, mas o placar do TRE ficou 0 a 0. 

Depois na Justiça, a prefeita do PP conseguiu descongelar os votos. E para ser diplomada foi outra luta, já que as contas de campanha dela foram rejeitadas. A diplomação aconteceu depois também sob efeito de liminar. 

Apesar dos imbróglios políticos e eleitorais, Inês se diz pronta para administrar Torixoréu. 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »