27/12/2016 às 11h26min - Atualizada em 27/12/2016 às 11h26min

Competição mobilizou cerca de 10 mil estudantes em Mato Grosso

Seduc/Sael-MT

Os Jogos Escolares da Juventude mais uma vez foram realizados com sucesso em Mato Grosso. A competição aconteceu em etapas regionais e nacionais durante os meses de abril, agosto, setembro e novembro. No Estado, a competição mobilizou cerca de 10 mil estudantes de 123 municípios mato-grossenses.

Especificamente, as dez etapas regionais dos jogos reuniram 9.875 estudantes/atletas, de 12 a 17 anos, que competiram em modalidades como: handebol, basquete, vôlei, futsal e atletismo. Esses jovens vieram de 301 escolas do estado, entre estaduais, municipais, federais e particulares.  As etapas regionais foram acompanhadas por cerca de 80 mil expectadores.

A fase regional serviu para classificar os atletas e as equipes de Mato Grosso para etapa nacional dos jogos escolares, que ocorreu em João Pessoa (PB), entre os meses de setembro o novembro.  O Governo de Mato Grosso custeou as passagens áreas (ida e volta) de toda a delegação, que contou com 170 atletas.



O secretário Adjunto de Esporte e Lazer (Seduc/Sael-MT), Pedro Luiz Sinohara,  destacou que as delegações de Mato Grosso tiveram um excelente desempenho nos jogos disputados na capital paraibana. Na categoria B (estudantes de 12 a 14 anos), os mato-grossenses conquistaram 23 medalhas ao todo, sendo 11 ouros, seis pratas e seis medalhas de bronze. Mato Grosso se destacou principalmente nas provas de atletismo ao faturar 12 medalhas, sendo oito de ouros, duas pratas e dois bronzes. Essa competição ocorreu no mês de setembro.

Dois meses depois, em novembro, ocorreu a segunda fase nacional dos jogos que envolveram estudantes de 15 a 17 anos (categoria A). A garotada também fez bonito ao conquistar 21 medalhas durante a competição. Mais uma vez o grande destaque foi o atletismo que faturou 13 medalhas para Mato Grosso.

Ao avaliar os resultados dos atletas nas etapas nacionais dos jogos, o secretário adjunto de Esporte e Lazer, Sinohara, disse que o bom desempenho se deve a um conjunto de fatores.

“Primeiro, ao trabalho de base que é feito pelos professores desses jovens, em cidades como Sorriso, Barra do Garças e Pontes e Lacerda. Segundo fator se deve a série de competições locais que mantém os atletas em alto nível e constante atividade, como, por exemplo, as etapas regionais dos Jogos Escolares da Juventude realizadas pelo Governo do Estado”, observou Sinohara.

O coordenador de Esportes Educacionais da Seduc/Sael, Manoel Fonseca, acrescenta que no atletismo existe um “trabalho de unidade” entre os técnicos e que esse entendimento foi estabelecido pelo atual presidente da Federação Mato-grossense de Atletismo, Francisco Antônio da Silva, o ‘Chiquinho’. “Foi ele que colocou na cabeça do pessoal que era importante se unir para fazer o atletismo de Mato Grosso crescer. E hoje nós estamos colhendo excelentes resultados na modalidade”, destacou Fonseca que é o chefe da delegação de Mato Grosso nos Jogos Escolares.

Os jogos nacionais é uma realização do Comitê Olímpico Brasileiro (COB). Já no contexto local, o Governo de Mato Grosso realiza, todos os anos, as etapas regionais da competição.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »