16/12/2015 às 14h24min - Atualizada em 16/12/2015 às 14h24min

Jornalistas, não questionem o Brant!

Vander Araujo

Barra do Garças vive nos últimos anos um clima de aflição e insegurança, são diversas ações que afetam desde o chefe do poder executivo até o mais simples produtor que é impedido, ameaçado e tem sua produção caseira (queijo, frango caipira e outros) muitas vezes apreendidas de forma truculenta por parte do Promotor de justiça Marcos Brant. Na imprensa não é diferente, através de ações do Ministério Público o promotor em questão faz uma verdadeira caça às bruxas com diversas ações, tanto a jornalistas como a profissionais ou veículos de comunicação que tenham a coragem de questioná-lo em qualquer de suas ações.

Os exemplos são inúmeros, os profissionais da imprensa que o questionaram numa apreensão de leite em que ele comandou a ação prejudicando pequenos produtores rurais e o alimento foi todo derramada no lixão, sofreram duras perseguições; Reinaldo Silva, popularmente conhecido como Chocolate, Ronaldo Couto, Clênia Lima e outros até hoje sofrem na pele a ‘audácia’ de questionar os trabalhos de Brant.

A partir de 2013 entrei nessa lista como alvo ao aceitar o convite para assumir a Secretaria de Comunicação Social do Município de Barra do Garças, no fundo o objetivo é atingir o Prefeito Roberto Farias numa obsessão do promotor que passou a ter um único objetivo, afastar ou cassar a qualquer custo o Prefeito de Barra do Garças, fez vários pedidos de afastamento, a maioria negado pela justiça em primeira, segunda ou na instância superior, mas conseguiu em pelo menos uma delas, sendo considerado ilegal este afastamento posteriormente pelo STF na questão do pisa salarial dos professores, episódio esse, que aliás, fez com que essa ‘obsessão’ em retirar Beto Farias amentou ainda mais.

Após diversas denúncias e processos, fui indiciado por sempre contestar os métodos usados pelo promotor em suas ações, agora, de servidores fantasmas, importante esclarecer que a lei orgânica do Município permite que servidores lotados em uma área atuem em outra, têm inclusive servidores do Estado que trabalham no Município e vice-versa, daí a classifica-los como fantasma é coisa típica dos exageros de Brant.

Quero dizer que estou tranquilo pois a Sec. Com. Social de Barra do Garças trabalha de forma intensa cobrindo eventos, andamento de obras e informando a população dos atos administrativos, relação de cursos, vagas de emprego, campanhas institucionais, assessoria de imprensa e implantamos ainda em 2014 a Ouvidoria Municipal, SIC e Portal da transparência, tudo isso contando com nove funcionários (três somente na ouvidoria) que trabalham dia e noite para manter esse elo de comunicação entre a administração pública e a população.

Sei que com esta publicação receberei nos próximos dias dezenas de oficiais de justiça com ações provenientes do promotor Marcos Brant (além das várias que já respondo), mas a sociedade precisa saber o que está acontecendo em Barra do Garças, algo que nunca presenciei nos meus 20 anos de profissão, e olha que já trabalhei em locais com verdadeiros coronéis políticos, mas nada se compara a isso. Mas quero deixar claro que ameaças, processos e indiciamentos não me calarão e um conselho aos colegas jornalistas, não questionem o Brant! Ou serão duramente perseguidos. 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Estamos reformulando o site Araguaia Notícia. O que você achou?

37.9%
19.1%
43.0%
Moeda Valor
Dólar 3.0886
Euro 3.2792
Peso Argentino 0.1974
Bitcoin 3340